Área Restrita

Dez dicas de planejamento para um RH Estratégico

Até alguns anos atrás, o setor de recursos humanos (RH) de uma empresa era essencialmente convencional, ou seja, mais voltado para o lado operacional e burocrático, e mais conhecido como ‘departamento pessoal’. Mas ele não é só isso e envolve ainda recrutamento e seleção, treinamento e desenvolvimento humano.

Com as transformações de mercado e as inovações tecnológicas, o setor teve que acompanhar estas mudanças e ir se adaptando às novas demandas. É aí que surge o RH Estratégico. De acordo com a master executive coach e especialista em RH, Talitha Zamplonio, o rh estratégico vai muito além dos processos operacionais, estando diretamente ligado às estratégias de mercado e inovações voltadas ao negócio.

“O RH estratégico deve estar diretamente ligado aos resultados e impactos dentro da organização. Todas as ações planejadas dentro do departamento de RH devem ser devidamente avaliadas e medidas, e estarem ligadas à cultura da empresa, inovações do mercado e ao planejamento estratégico organizacional”, explica.

Apesar das rápidas mudanças tecnológicas, o RH ainda não se adaptou completamente. Mas, como começar a implantar estas mudanças estratégicas dentro deste setor? Confira as dicas da especialista com mais de 18 anos de experiência na área, Talitha Zamplonio.

1 – Entenda do negócio da empresa

Parece brincadeira, mas, de fato, muitos profissionais não sabem ou não entendem bem o que a sua empresa realiza, como funciona, qual é o seu diferencial, qual seu posicionamento perante o mercado.

2 – Tenha processos e políticas ligadas à cultura da empresa

Muitos RHs acabam desenhando suas políticas e procedimentos totalmente desvinculados da estratégia organizacional e da cultura da empresa, não colocando em prática aquilo que prega.

3 – Trabalhe alinhado com o setor de TI

Segundo Talitha Zamplonio, o RH precisa otimizar processos e inovar através da tecnologia. Promover facilidades que possibilitem os profissionais acessarem treinamento e-learning de qualquer local, alterarem benefícios, avaliarem desempenho de onde estiverem. A tecnologia aliada aos processos irá gerar ganho de produtividade e melhoria na mensuração de resultados.

4 – Tenha um planejamento anual da área

Para direcionar as ações do setor, é importante traçar planos anuais, desenhar projetos de melhorias, desenvolvimento de competências, retenção de talentos, treinamentos, ressaltando a necessidade de ter projetos que possam ser mensuráveis.

5 – Tenha indicadores

Crie um dashboard dos indicadores de RH. Acompanhe e utilize-o para as ações necessárias de melhoria contínua, mudanças de estratégia, planos e propostas.

6 – Comunique-se com a equipe

É muito importante que a área de recursos humanos se comunique com todos os departamentos. Todos precisam ser informados com clareza dos projetos, saber quais caminhos serão – ou deverão ser – trilhados. A falta de informações claras faz com que o RH se torne operacional, pois a estratégia não está sendo disseminada corretamente.

7 – Transforme seu departamento em agente de mudanças

Faça do RH uma consultoria interna. Relacione-se com os demais departamentos, não espere a demanda chegar. Ao invés de apenas reagir à uma demanda, seja protagonista e torne-se proativo, agende reuniões com os líderes, analise as demais áreas, faça projetos de desenvolvimento.

8 – Saia dos programas padrões

Cada empresa possui sua cultura. Todo capital humano é diferente, portanto, faça projetos de acordo com a necessidade da sua empresa, fuja dos programas prontos que estão disponíveis na internet.

9 – Invista na liderança

Incentive um grupo que seja alinhado à missão, visão e valores da empresa, e crie comitês de desenvolvimento para discutir problemas e encontrar soluções. Uma liderança alinhada e bem desenvolvida e, acima de tudo, unida pelo propósito de crescimento da empresa, é capaz de gerar equipes focadas em resultados e capaz de trabalhar em equipe e sinergia com os demais departamentos.

10 – Fortaleça a marca empregadora

Use a estratégia de employer branding para atrair e manter a motivação na sua cultura.